A Prefeitura de Sorocaba, por meio do Parque Tecnológico (PTS), promoveu nesta terça-feira (11) o I Fórum Sorocaba de Cidades Inteligentes, com a presença do astronauta e futuro ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. O evento contou, ainda, com renomados palestrantes que abordaram o conceito de cidades inteligentes sob seus diversos aspectos, proporcionando ao público um rico intercâmbio de conhecimento.

A abertura do fórum foi realizada pelo presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba, Roberto Freitas. Em seguida, Regiane Relva Romano, coordenadora de Pesquisa e Extensão da Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens), falou sobre “Cidades inteligentes: referências mundiais, tendências e o conceito FabCity”. Após, Mirian Zacarelli, secretária de Planejamento e Projetos de Sorocaba, abordou “Sorocaba em números”, apresentando fatos e dados da cidade.

Segundo Roberto Freitas, o Parque Tecnológico de Sorocaba tem trabalhado cada vez mais para fomentar a inovação e tecnologia e debater assuntos que são discutidos nas principais cidades do mundo. “É motivo de orgulho e muita satisfação promover o I Fórum de Cidades Inteligentes com a presença do astronauta e futuro ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Trata-se de uma grata oportunidade para a cidade e às empresas e empreendedores que nela desenvolvem suas atividades”, disse o presidente do PTS.

Houve, ainda, uma mesa redonda com os participantes do evento, com perguntas e respostas envolvendo o público. O encerramento se deu com o anúncio de Sorocaba como Fab City e posterior assinatura do manifesto.

 O conceito de Fab City

Sorocaba foi eleita uma das três cidades do país a fazer parte do projeto Fab City pelo Instituto de Arquitetura Avançada da Catalunha, Centro MIT para Bits e Átomos e a Fundação Fab, instituições internacionais que formam o Grupo Fab City. Além de Sorocaba, fazem parte desse seleto grupo, as cidades de Curitiba e Belo Horizonte.

Ser Fab City é pertencer a um novo modelo urbano que prestigie o desenvolvimento da produção local para transformar as cidades em locais autossuficientes e conectados. Grandes centros urbanos como Barcelona (Espanha), Boston e Detroit (Estados Unidos), Cambridge (Inglaterra), Amsterdam (Holanda), Paris (França) e Santiago (Chile) já são Fab Cities.

A Fab City é um projeto global lançado em 2011 para desenvolver cidades autossuficientes localmente produtivas e globalmente conectadas. É um projeto de formato descentralizado e aberto com ações propostas para que as cidades se tornem autossuficientes até 2054, ano que Sorocaba irá comemorar seu quarto centenário.

Marcos Pontes

O primeiro astronauta brasileiro, sul-americano e lusófono (natural de países que falam a língua portuguesa) a ir ao espaço, em 2006, falou sobre “Megatrends: quais os desafios que o futuro nos reserva?”. Segundo estudiosos e especialistas, existem algumas tendências de grande influência no desenvolvimento socioeconômico mundial que vão mudar o mundo como conhecemos hoje: crescimento urbano, mudanças climáticas e escassez de recursos, alterações demográficas e digitalização. Este cenário apresenta desafios e oportunidades para se viver mais e melhor.

Cidades Inteligentes

 Municípios considerados “Smart Cities” ou “Cidades Inteligentes” têm a tecnologia como catalizador do desenvolvimento econômico através de soluções criativas e inovadoras, com foco em qualidade de vida e sustentabilidade.

Sorocaba é considerada uma cidade com prerrogativas necessárias para integrar este movimento e, com o objetivo de fortalecer esta ideia, o Parque Tecnológico de Sorocaba organizou o fórum.

Confira:

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*