Com um auditório lotado, foi lançado nesta quarta-feira (04), pelo Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), o Programa “Coworking Universitário”, cujo objetivo é trabalhar com alunos dos cursos de programação de computadores de instituições de ensino superior para a criação de aplicativos que serão utilizados pelas secretarias municipais de Sorocaba.

A ideia principal do Coworking é proporcionar um trabalho conjunto entre as universidades e seus alunos. O programa engloba 6 universidades no total, sendo que apenas 100 alunos foram selecionados. As universidades que participam são: Unip, Uniso, Facens, Fatec, Esamc e Anhanguera.
Nessa primeira edição, o programa é destinado a alunos da área de Tecnologia da Informação, ou seja, aqueles que frequentam cursos pertencentes à Engenharia da Computação, Jogos Digitais, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, entre outros.

Serão estabelecidos 5 grupos de 20 alunos que irão ao PTS uma vez por semana durante 3 meses para receberem mentorias e, assim, cumprir um desafio proposto que será posteriormente validado pela Secretaria de Planejamento e Projetos da Prefeitura de Sorocaba (Seplan).

De acordo com o secretário de Planejamento e Projetos da Prefeitura, Luiz Alberto Fioravante, “para cada grupo será proposto um aplicativo diferente, são eles: Aplicativo do Parque Tecnológico de Sorocaba; Agenda Clínico Geral; Aplicativo Orçamento Participativo; Núcleo Gestor Manutenção Predial de Prédios Públicos e Súmula esportiva (Cruzeirão).

Ao final dos treinamentos, os alunos que se destacarem serão selecionados para integrar o programa de estágio remunerado no PTS, além de participar da criação de um Núcleo de Programação que incluirá o futuro “PTS Negócios”.

O Diretor de Inovação do Parque Tecnológico de Sorocaba, Flávio Guerhardt apresentou o programa, seu funcionamento e as mentorias que conduzirão o programa: Liderança, que será ministrada por autoridades da Marinha do Brasil; Gerenciamento de projetos, que será ministrado pelo Profº Rui Cláudio Da Silva, presidente da “Prevelean-Consultoria, Assessoria e Coaching”; Motivação, que será ministrada pela Profª Sandra Tambara, especialista em Coaching Motivacional; Marketing, que será ministrado pelo Pedro Bruder e Paul Gomes, integrantes da Agência de Marketing – Wys; Hipismo, que será ministrado pelo Guilherme Lapenda Itri e Andressa Itri de Albuquerque, proprietários da Hípica Talismã; Aplicação da Neuro Ferramenta MBTI, ministrada pela Fellipelli, especialista em NeuroLeadership e Oratória, que será ministrada pelo Profº Jorge Sabino.

Segundo o presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba, Roberto de Freitas, “trata-se de um projeto sensacional porque é importante formarmos os profissionais do futuro e, consequentemente, solucionarmos os problemas da administração pública na criação de aplicativos que favoreçam a população com uma melhor prestação de serviço, disse Freitas.

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Sorocaba (FSS), Lilian Crespo, usou a tribuna para falar da importância do programa para os jovens universitários. Representando o prefeito, o Chefe de Gabinete de Poder Executivo de Sorocaba, Alexandre Robin, também falou do envolvimento que o programa vai levar aos jovens.

Estiveram presentes ao lançamento Alexandre Robin, Chefe de Gabinete do Poder Executivo de Sorocaba; Suélei Gonçalves, Secretaria da Cidadania e Participação Popular (Secid); Ricardo Gonçalves Gomide, Fundação Pátria; Luiz Paulo Cadioli, Diretor da Anhanguera Sorocaba; Oscar Fonseca Vieira Filho, Diretor Geral Esamc; Maurício Marra, Diretor da Esamc Sorocaba; Valdinei Castelan, Coordenador Esamc; Profº Luiz Leite, Esamc; Andréia Damasio de Leles, Coordenadora Facens – Faculdade de Engenharia de Sorocaba; Andréa L. B. Vieira Rodrigues, Coordenadora Facens e Richardson Luz, Coordenador da Universidade Paulista-Sorocaba (Unip).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*